Como Desenhar: Guia Completo com Dicas, Tutoriais e Estratégias para Desenhar Bem

Como desenhar passo a passo

Muitas pessoas estão querendo aprender como desenhar. Esse é um dos temas mais buscados na internet nos últimos anos. Mas o que é preciso para aprender a desenhar de verdade e na prática?

Você provavelmente vai encontrar muitos relatos e comentários sobre o assunto. Algumas pessoas acreditam que para desenhar é preciso nascer com um talento especial.

Outros acreditam que para desenhar é preciso se esforçar muito e passar vários meses e anos treinando. Mas isso não é verdade, tendo em vista que é possível aprender a desenhar de forma fácil e rápida.

Esqueça todos os comentários que você já ouviu sobre desenhar. Esse guia é para mostrar a você que desenhar está ao alcance de qualquer pessoa. Mesmo sem um curso de desenho, você pode começar a praticar.

Vamos mostrar como desenhar passo a passo, com dicas, tutoriais e estratégias para desenhar bem. Tudo que você precisa saber para aprender a desenhar como um profissional.

Como desenhar: os mitos sobre aprender a desenhar

Os mitos sobre aprender a desenhar

Antes de mostrarmos como desenhar na prática, vale a pena romper com os velhos mitos que te impedem de desenhar. Existem algumas noções populares sobre a arte de desenhar que estão muito equivocadas.

Nesse tópico vamos falar exatamente sobre isso. O objetivo é te mostrar que para começar a desenhar você só precisa querer.

Qualquer pessoa que tenha vontade e disposição para aprender pode fazer desenhos incríveis. Você pode fazer até mesmo desenhos profissionais, ainda que nunca tenha desenhado na sua vida.

Isso mesmo, nosso guia foi pensado até mesmo para iniciantes, que nunca entraram em contato com a arte de fazer desenhos. Assim, você poderá começar do zero sem nenhuma dificuldade.

Mas vamos aos mitos que mencionamos acima, que te impedem de aprender a desenhar na prática.

Para desenhar é preciso nascer com um dom

É comum encontrar pessoas que acreditam que para realizar trabalhos artísticos, como o desenho e a pintura, é preciso nascer com um dom. Por isso muitos dos que buscam aprender como desenhar acabam desistindo.

Mas como falamos acima, para desenhar não é preciso nascer com algum talento. Se você nasceu com vocação para o desenho, isso vai te ajudar muito, não tenha dúvidas. No entanto, esse não é um requisito.

Na verdade, a maioria dos profissionais do desenho não nasceram com esse talento. Eles aprenderam através da prática, assim como você está querendo aprender agora.

Para desenhar é preciso ser criativo

Outro mito sobre como desenhar diz respeito a criatividade. Dizem que o desenho exige uma grande quantidade de inspiração, algo que só poderia ser demonstrado pelas pessoas certas.

No entanto, a criatividade exigida para o desenho não é algo de outro mundo. Você só precisa gostar do que está fazendo, para que alcance resultados melhores no dia a dia.

Dessa forma, se você gosta muito de um desenho animado ou de um personagem, provavelmente terá facilidade em criar desenhos a respeito.

A criatividade é algo que surge quando nos engajamos em projetos que nos fazem bem, que nos motivam. Você vai aprender a ser criativo no momento me que aprender como desenhar na prática.

É difícil aprender a desenhar

Principal mito sobre aprender a desenhar

Agora quero falar sobre um dos maiores mitos que existem quando se trata de aprender a desenhar. Você talvez já tenha escutado que para fazer os primeiros desenhos são necessários vários anos para uma formação completa.

Mas o que não contaram é que é possível começar a desenhar bem, e até mesmo de forma profissional e rápida. Por isso vamos mostrar o passo a passo de como desenhar bem.

Assim, não é necessário que você passe vários anos treinando para conseguir os seus primeiros desenhos. Poucos meses ou até mesmo semanas são suficientes para o aprendizado.

Porém, para conseguir isso você deve estar focado e seguir um método. Com muita determinação, amor e vontade de fazer na prática, você será capaz de aprender a desenhar qualquer coisa.

Como aprender a desenha

Agora que já falamos sobre alguns dos mitos sobre desenhar, está na hora de começar a se familiarizar com esse universo. Separamos nesse tópico os passos básicos para você que nunca desenhou.

1. Materiais necessários

Imagem dos materiais necessários para desenhar

Aqui vamos mostrar como desenhar de forma simples e intuitiva, usando nada mais do que a sua imaginação e criatividade. Antes de começar a colocar o lápis no papel, no entanto, vale a pena separar alguns materiais básicos.

Não se preocupe muito com a qualidade do seu material por enquanto. Pegue um lápis, uma canela e um pedaço de papel. Se você tiver um lápis nº 2 será ainda melhor, pois eles oferecem resultados incríveis.

Mas sabia que é possível desenhar até mesmo em guardanapos? Qualquer superfície de papel pode ser usada para os seus primeiros desenhos. Vale qualquer coisa que estiver ao seu alcance agora.

2. Escolha o objeto que será desenhado

Você poderá fazer desenhos incríveis de personagens animados, cenas de filmes e ilustrações. Mas por enquanto vamos focar em objetos simples do dia a dia, para que você consiga se concentrar ao máximo.

Para quem está começando a desenhar, o mais indicado são os objetos pequenos. Por exemplo, uma caneca, uma colher ou um brinquedo que está na sua casa. Você pode até mesmo aprender como desenhar uma pessoa.

De preferência, escolha um objeto pelo qual você não tenha um apego sentimental. Quanto mais externo for o objeto, maior será a sua concentração e esforço durante a prática do desenho.

Começar com um objeto pequeno tem uma grande vantagem: você poderá finalizar rapidamente o desenho. E quanto finalizamos um projeto, nos sentimos animados, contentes e realizados.

Esses são sentimentos muito positivos, que vão te dar ainda mais energia para seguir adiante. Assim você será capaz de aprender como desenhar em muito pouco tempo.

3. Divida o objeto em partes

Aqui está um dos grandes segredos para aprender a desenhar: praticamente todos os objetos podem ser divididos em partes. Isso significa que cada objeto é formado por formas geométricas, que podem ser divididas.

Vamos imaginar, por exemplo, uma caneca. Ela é formada por dois círculos, um na parte de cima e um na parte de baixo. Esses círculos são ligados por um cilindro, que forma a parede da caneca.

Dessa forma, é possível desenhar a caneca por partes, fazendo círculos e depois o cilindro. Assim você terá um resultado muito mais técnico e com mais qualidade do que se tentasse fazer tudo de uma só vez.

Quase qualquer objeto pode ser dividido em formas: um círculo, um quadrado, um retângulo.

Uma caneca são duas formas ovais conectadas por linhas curvas verticais. A alça é um grande semicírculo com um semicírculo menor dentro dele.

Como você pode ver, é possível aprender como desenhar simplesmente dividindo o seu objeto em diferentes partes.

Será que você pode aprender a desenhar?

Aprender a desenhar é uma decisão

Acima mostramos algumas dicas para começar a desenhar de forma rápida. No entanto, se você deseja fazer desenhos com qualidade, de forma natural e sem complicações, vale a pena se aprofundar nesse assunto.

Por isso mesmo, uma das primeiras perguntas que você deve se fazer é se desenhar é o que você realmente quer. A maioria das pessoas que buscam saber como desenhar possui dúvidas sobre a capacidade para o desenho.

Isso significa que você pode estar naturalmente inseguro e com medo de não conseguir fazer nada na prática. Dessa forma, primeiro é preciso encontrar o seu verdadeiro interesse, pois assim tudo ficará mais fácil.

Por exemplo, é muito difícil encontrar um bom pintor que não goste de pintar. Da mesma forma, é muito improvável que existam velocistas que não gostem da velocidade.

Somos muito bons naquilo que amamos. Com relação às coisas que apenas “gostamos”, podemos ser bons ou razoáveis.

Nesse sentido, você será muito bom fazendo desenhos, se esse for o seu grande amor, a sua paixão, uma das suas atividades favoritas, pessoal e profissionalmente.

Por exemplo, se a sua paixão for as borboletas, você deve aprender como desenhar uma borboleta. Simples assim.

Para te ajudar a entender se desenhar é realmente o que te impulsiona, separamos aqui algumas informações sobre essa atividade, mostrando como ela é importante para as pessoas no dia a dia.

A importância de saber como desenhar

A importância de saber como desenhar

Os desenhos estão presentes em todos os aspectos da vida humana. Se engana quem pensa que desenhar é uma atividade inútil ou que não pode ser aproveitada. Basta olhar para o seu redor para perceber como os desenhos estão sempre presentes.

Por exemplo, podemos citar alguns utilizações para os desenhos, desde as mais comuns até as mais específicas e que muita gente não leva em consideração.

Fizemos uma lista:

  • Desenhos animados
  • Projetos automotivos
  • Rótulos de produtos
  • Embalagens em geral
  • Desenho de casas e prédios
  • Desenhos computadorizados
  • Charges
  • Modelos de vestidos
  • Artes urbanas como o grafite
  • Logos e identidade visual em geral
  • Retrato falado

Esses são apenas alguns exemplos de utilização para os desenhos. Você pode desenhar apenas para você, de forma pessoal, ou para terceiros, de forma profissional.

Por isso mesmo o número de pessoas em busca de cursos sobre como desenhar está crescendo. Desenhar é uma habilidade que pode ser desenvolvida e que é muito importante para a sociedade em geral.

Atualmente, os desenhistas profissionais conseguem arrecadar valores impressionantes com os trabalhos que desenvolvem.

Empresas reconhecidas do mercado, como a Apple e Coca-Cola possuem desenhistas em seus times de colaboradores.

Como começar a desenhar

Como começar a desenhar

Para fazer desenhos é preciso começar por algum lugar. E esse talvez seja o passo mais difícil, especialmente para aqueles que ainda não possuem contato com um universo do desenho.

Afinal de contas, por onde começar a aprender como desenhar? Será que existe uma maneira mais simples de realizar projetos e conseguir bons resultados?

Bom, vamos começar lembrando um pouco da sua infância. Nos primeiros anos de vida, dentro ou fora da escola, somos levados a desenhar muito. Mesmo aqueles que nunca gostaram de desenhar já fizeram alguns desenhos.

Obviamente que o nível de qualidade dos desenhos da infância não é dos melhores. Começamos desenhando objetos sem forma aparente e que demandam muita interpretação para sabermos sobre o que se trata.

No entanto, aos poucos vamos acrescentando linhas e contornos aos nossos desenhos. Fazemos pessoas com palitos, usando formas geométricas simples, como o quarado, o retângulo e o círculo.

A cabeça é muitas vezes uma bola redonda, assim como os olhos e a boca. Já os braços ou são arredondados ou são retangulares. É assim que avançamos em nossa habilidade de fazer desenhos quando somos pequenos.

Reciclando a arte de desenhar

Porém, depois de algum tempo paramos de desenhar. Somos levados a desenvolver novas habilidades, como a leitura e a escrita. Quando somos alfabetizados, o desenho perde espaço dentro de casa e das salas de aula.

Por isso mesmo, muitas pessoas passam a adolescência e a vida adulta sem voltar a ter contato com os desenhos. Mas você já sabe o básico, esse é um conhecimento que não pode ser perdido.

Dessa forma, para aprender como desenhar, vale a pena olhar para o seu passado. Lá atrás você não sabia desenhar bem, mas mesmo assim se arriscava e muitas vezes conseguia resultados positivos.

Da mesma forma, você não precisa ser um especialista agora, poderá começar com os mesmos objetos e formas simples que usamos na infância. E aos poucos poderá incorporar novos elementos e técnicas para fazer desenhos realmente incríveis.

E a boa notícia é que agora você tem muito mais técnica e habilidade do que antes. Até mesmo a sua coordenação motora é diferente e isso com certeza vai te ajudar a desenhar com muito mais segurança e facilidade.

Sem falar que ao longo da vida você expandiu muito o seu horizonte, conheceu formas e objetos dos mais distintos. Assim, você terá muito mais ideias para os seus desenhos, podendo usar toda a sua criatividade.

Na prática: como desenhar olhos

Para treinar na prática, separamos aqui um guia simplificado de como desenhar olhos. Com imagens específicas, divididas por cada uma das etapas. Assim você pode fazer no seu caderno e acompanhar nesse guia.

1. Globo ocular

Para começar o seu desenho, foque no globo ocular, que é o maior círculo. Ele tem sempre uma forma esférica, no caso dos desenhos que representam humanos. Basta fazer um círculo, conforme no desenho abaixo.

Imagem passo a passo como desenhar olhos

2. Desenhe as pálpebras

Sem as pálpebras os olhos não possuem vida. Esse é um desenho feito na parte superior do círculo que você acabou de desenhar.

Passo 2 como desenhar olhos, desenhando as pálpebras

3. Complete as pálpebras

Agora veja como desenhar as pálpebras. As pálpebras existem na parte superior e inferior. Assim conseguimos fechar os olhos de forma completa, envolvendo todo o globo ocular.

Passo 3, completando o desenho das pálpebras

4. Trabalhe a íris

Temos dentro do olho um círculo menor, geralmente de cor neutra. E dentro desse círculo existe outro ainda menor, chamado de pupila. Essa é de cor bem mais escura, podendo ser pequena ou grande de acordo com a dilatação pelo sol. 

Vale a pena destacar que a pupila varia de acordo com o objeto. Enquanto humanos possuem pupila arredondada, por exemplo, os gatos possuem uma pupila mais fechada, como na imagem abaixo.

Passo 4, trabalhando no desenho da íris dos olhos

5. Centralize os olhos

Vejamos como desenhar os olhos centralizados. Geralmente os olhos ficam na mesma distância, com relação ao nariz. Dessa forma, você pode posicionar cada um em cada lado, na mesma posição (distância e altura).

Passo 5, centralizando os olhos

6. Faça as sobrancelhas

Um olho nada seria sem as sobrancelhas, no caso de um rosto humano. Já em desenhos animais esse detalhe quase nunca aparece. Isso é o que você vai descobrir ao aprender como desenhar um rosto completo.

Passo 6, como desenhar as sobrancelhas

7. Teste ângulos

Vale a pena tentar fazer o seu esboço em diferentes ângulos, para saber exatamente qual está sendo o resultado. Assim você consegue treinar também a perspectiva.

Passo 7, teste os ângulos

Para desenhar bem: não pense muito a respeito

A mensagem que queremos passar é que você pode desenhar com facilidade, mesmo que não esteja acostumado a fazer isso agora.

Não nascemos sabendo a conversar, mas aprendemos as palavras enquanto escutamos outras pessoas falando ao nosso redor.

Da mesma forma, sabemos distinguir entre sabores doces e azedos pelo fato de já termos provado esses sabores.

Você aprenderá como desenhar a partir do momento em que começar a praticar, aprender novos conceitos e técnicas. Mas para isso, é importante que você pare de pensar muito a respeito.

O que isso significa?

Pense agora em alguma atividade que você realiza com grande frequência. Por exemplo, enviar mensagens no seu celular. Todos os dias você segura no celular, desbloqueia a tela, abre o aplicativo de mensagens, escreve o conteúdo e envia.

Mas você não faz isso de maneira completamente consciente. Você está acostumado a fazer isso de tal forma, que se transformou em um hábito. E hábitos são aquilo que fazemos sem pensar muito a respeito.

Da mesma forma, se você é motorista, é muito improvável que você pense em como se faz para passar uma marcha todas as vezes em que precisa fazer isso durante o trajeto. Você simplesmente passa a marcha sem pensar sobre o assunto.

Quando aprendemos a fazer alguma coisa, deixamos de pensar no processo e nos concentramos apenas na prática.

Isso também se aplica ao desenho. Quando você começar a aprender a desenhar e fazer seus primeiros projetos, logo começará a desenvolver muitos outros de forma automática.

Você só precisa aprender como desenhar uma vez, esse é o grande segredo. Depois disso, tudo ficará muito mais fácil, pois você já terá essa nova habilidade e poderá usar sempre que quiser.

Dessa forma, controle os seus pensamentos, não pense em como será o resultado do seu primeiro desenho. Foque apenas em fazer isso e aprender ao máximo com a sua experiência.

Guia definitivo para desenhar agora mesmo

Agora vamos avançar um pouco em nosso guia, mostrando como desenhar passo a passo. Diferente do primeiro guia que mostramos, esse é mais específico e vai te ajudar a fazer desenhos de qualidade.

Faça um esboço

Todos os desenhos começam com uma ideia, que pode ser representada por meio de um esboço. Esse é o primeiro passo para colocar o seu desenho no papel.

E como o próprio nome indica, esse é apenas um esboço, uma parte do seu desenho. Dessa forma, não se preocupe se o resultado não for ideal e idêntico ao do objeto que está sendo desenhado.

Essa representação tem o principal objetivo de facilitar a visualização do resultado final. Assim, o seu esboço poderá ser melhorado e aperfeiçoado, de acordo com as etapas em que você estiver trabalhando.

Mas como fazer um esboço de qualidade? Bom, nessa fase inicial, vale a pena focar no básico, para que você consiga desenvolver rapidamente as suas habilidades.

Escolhendo o objeto a ser desenhado

Dessa forma, vale a pena escolher figuras que sejam básicas. São formas que podem ser facilmente identificadas no dia a dia, como uma orelha, um olho, uma boca, um lápis, um caderno etc.

Quanto mais simples e cotidiano for o objeto escolhido, mais facilmente você conseguirá produzir o desenho. No entanto, isso não significa que você não poderá fazer desenhos complexos depois.

Tenha em mente que o desenho é um processo e que aprender novas habilidades é indispensável para conseguir fazer qualquer tipo de desenho. Sendo assim, comece pelo básico.

O poder das formas geométricas

Depois de selecionar o desenho, está na hora de focar em suas formas geométricas. Falamos um pouco sobre isso em nosso primeiro tutorial.

Mas aqui queremos reforçar e trazer mais conceitos e dicas que vão te ajudar a desenhar com qualidade profissional.

Faça as sombras do seu desenho

Agora que estamos avançando em nosso esboço, que é uma parte fundamental do guia para aprender como desenhar, aqui vai mais uma dica: faça as sombras do seu desenho.

As sombras são elementos que permitem dar vida ao objeto. As suas linhas ficam muito “opacas” quando o objeto não está devidamente sombreado. Então está na hora de começar a definir melhor o seu desenho.

Como trabalhar objetos tridimensionais

Por enquanto falamos apenas das formas geométricas. Por exemplo, para um caderno, basta desenhar dois retângulos sobrepostos, com uma pequena diferença de espaço entre eles.

No entanto, os objetos da vida real geralmente são tridimensionais. Isso significa que eles possuem um elemento extra, uma dimensão que é um pouco mais complexa.

Porém isso não é motivo algum para se preocupar. Na verdade, aqui você vai aprender como desenhar objetos tridimensionais sem nenhuma dificuldade. E as formas geométricas que você desenhou no primeiro passo vão de ajudar.

Vamos voltar ao nosso exemplo do caderno, ou de um cubo, se preferir. Os dois quarados sobrepostos não formam nada se não estiverem conectados.

Dessa forma, para dar vida ao seu caderno tridimensional, tudo que você precisa fazer é ligar todas as extremidades. Assim você terá um esboço mais aproximado de um caderno de verdade.

Você deve ligar os blocos fazendo o contorno da mesma maneira em que aparece no objeto original. Se preferir, você pode até mesmo observar de perto o objeto que está sendo desenhado, para perceber onde as formas geométricas se encontram.

No entanto, muitas vezes essa linha que liga os pontos não existe na vida real, ela é apenas percebida. Dessa forma, as linhas vão te ajudar apenas a dar forma ao seu desenho, mas elas podem ser deletadas em momento posterior.

Crie linhas de diretrizes

Você sabe o que são as linhas diretrizes? Elas são linhas que não pertencem ao objeto original, mas que são usadas durante a construção do desenho, para facilitar o processo.

Vamos imaginar, por exemplo, que você queira desenhar um rosto humano. Então, primeiro você faz uma fórmula circular no papel.

No entanto, para conseguir desenhar cada lado do rosto com mais facilidade, você insere uma linha imaginária bem no meio dessa forma geométrica.

Todos sabemos que o rosto humano não possui nenhuma linha nítida que separa as duas partes, esquerda e direita. Porém, essa linha poderá ser muito útil, servindo como diretriz e permitindo comparar as dimensões dos objetos de cada lado.

Por exemplo, você saberá com mais facilidade de os olhos estão proporcionais e na mesma altura. Assim, as linhas de diretrizes são um recurso fundamental na hora de desenhar.

Treine o seu cérebro

Treine seu cérebro para desenhar bem

Acima falamos diversas vezes sobre a importância das formas geométricas e das linhas para o desenho. Dessa forma, para aprender como desenhar em casa, vale a pena treinar o seu cérebro para identificar esses elementos em tudo ao seu redor.

Quanto mais o seu cérebro estiver treinado para identificar essas formas no dia a dia, melhor será a sua capacidade de criar desenhos incríveis. Afinal de contas, as linhas e formas geométricas são a base para todos os desenhos possíveis e imagináveis.

Mesmo desenhos abstratos podem ser feitos a partir de formas geométricas e linhas. Por isso mesmo, treinar o seu cérebro para reconhecer esses padrões vai te ajudar de maneira significativa.

Aprenda o básico sobre sombreamento

Agora que falamos sobre o esboço, vale a pena tomar algumas noções básicas de sombreamento. Afinal de contas, como ele pode ser feito e qual a sua importância para o desenho?

Para o sombreamento, é interessante usar um lápis B, pois o resultado é superior e você terá mais facilidade ao realizar o trabalho. Para um sombreamento de qualidade, faça um quadro mais escuro, um mais claro e outro mais claro ainda, seguindo esse padrão.

O resultado possui mais qualidade quando o sombreamento é bem delicado e homogêneo. Busque não deixar que os riscos apareçam. O movimento deve ser de sombrear e não de fazer linhas, como mostramos nos tópicos anteriores.

Você vai usar o sombreamento em vários projetos. Por exemplo, quando aprender a como desenhar o Goku.

A chave para desenhos realistas: compreender

Muitas pessoas que buscam aprender como desenhar têm como objetivo os desenhos realistas. Afinal de contas, esse é um nível verdadeiramente interessante.

Os desenhos realistas conseguem conquistar atenção de qualquer pessoa, mesmo aqueles que não gostam de desenho. Isso se deve ao fato de serem, obviamente, realistas.

Eles enganam a percepção, fazendo parecer que são superiores aos objetos simples que conhecemos no dia a dia. Basicamente, um desenho realista possui vida, o que é um grande feito do desenhista.

O que você talvez não saiba é que o primeiro passo e talvez o principal segredo para fazer desenhos realistas é compreender o desenho. Primeiro você deve abrir a sua mente para o desenho, para só então começar a produzir.

Ou seja, é preciso entender que o desenho realista é muito mais do que apenas linhas e traços. Ele é feito com sombras e manchas, que são preenchidas para dar vida e realidade ao objeto.

Assim, quando você olhar para qualquer objeto, como uma caneca, um nariz, olhos, boca, pessoa, rosto inteiro etc., não busque pelas formas tradicionais, mas sim pelas sombras desses objetos.

Como avançar no seu esboço

Acima mostramos os primeiros passos para começar a desenhar. Falamos inicialmente do esboço, de forma simples e depois mais elaborada. Agora vamos falar sobre uma técnica para avançar ainda mais no seu esboço e conseguir resultados incríveis.

Os desenhistas que estão em um nível superior podem desenhar absolutamente tudo à mão livre. Mas isso não significa que eles nunca tenham usado outras técnicas e recursos para aprender como desenhar.

Uma das técnicas mais eficientes e que vai fazer com que os seus esboços ganhem mais qualidade é a mesa de luz. Essa estratégia permite desenhar por cima de um objeto, de modo a fazer o contorno e definir a forma.

O principal objetivo da mesa de luz é a reprodução de um desenho que já existe ou de um objeto. Você fará todo o seu esboço com muito mais facilidade, uma vez que já possui um modelo.

Mas qual a eficiência dessa técnica? Ela vai te ajudar a melhorar o seu controle e a aumentar a sua precisão. Assim, de forma gradativa, você será capaz de fazer esboços perfeitos.

Na prática: como desenhar rostos

1. Comece desenhando um círculo simples ou uma forma parecida com um ovo. Não se preocupe em fazer algo perfeito. Divida como na figura abaixo.

Como desenhar rostos

2. Divida o círculo horizontalmente. Esta linha servirá como uma indicação para a sobrancelha.

Segundo passo desenhando um rosto, dividindo o círculo horizontalmente

3. Esboce uma linha horizontal logo abaixo do topo do círculo para representar a linha do cabelo. 

Terceiro passo de como desenhar rosto

4. Faça duas linhas diagonais curtas, cruzando a linha da sobrancelha, movendo-se para dentro em direção ao centro de cima para baixo. Desenhe um triângulo invertido e comprimido representando o plano inferior – o lado inferior – do nariz.

Quarto passo desenhando um rosto

5. Desenhe uma linha horizontal com cerca de 1/4 da distância entre a sobrancelha e a parte inferior do nariz, logo abaixo da linha da sobrancelha. Isso representa a linha dos olhos. 

Desenhe mais duas linhas diagonais curtas, as linhas rosa, perto dos limites extremos direito e esquerdo da cabeça. 

Essas linhas se movem para fora, de cima para baixo em ambos os lados, e representam as bordas externas das cavidades oculares ou os orifícios no crânio onde residem os globos oculares, também conhecidos como órbitas. 

Desenhe essas linhas diagonais entre a linha da sobrancelha e a linha dos olhos recém-posicionada. Eles devem terminar dentro das bordas extremas esquerda e direita da cabeça.

Continue acompanhando esse passo a passo

 6. Viajando ao longo da linha dos olhos, observe a distância entre as diagonais recém-desenhadas e a linha central vertical do rosto – as linhas verticais verdes na ilustração. 

Divida essas distâncias com duas linhas verticais em cada lado da face, conforme mostrado pelas linhas azuis na ilustração.

 A linha da boca é então desenhada cerca de 1/3 do caminho entre a parte inferior do nariz e a parte inferior da mandíbula.

sexto passo desenhando um rosto

7. Você agora tem os locais precisos para os cantos da boca e o centro da íris dos olhos. 

Observe os círculos desenhados na ilustração para ter uma ideia aproximada do tamanho correto para desenhar íris. As orelhas ficam aproximadamente entre o topo dos olhos e a parte inferior do nariz.

Sétimo passo de como desenhar um rosto

8. A linha da boca lhe dá espaço para desenhar um arco raso para o lábio superior, bem como as duas linhas curtas curvilíneas opostas para o lábio inferior e a parte superior da bola do queixo. 

Adicione linhas, como mostrado, para a estrutura do nariz. (Essas linhas destinam-se a representar os limites da extrema esquerda e direita do nariz, não o plano da ponte do nariz.

Como você verá nos exemplos de desenhos de faces acabados, a ponte é uma das características muito específicas para o indivíduo, e não há necessidade de indicá-lo nesta fase.) 

9. Desenhe as linhas para as pálpebras superiores dos olhos. Eles devem cortar o topo dos círculos desenhados para fazer a íris do olho. Essas linhas não devem ser muito estreitas ou largas. Observe atentamente sua localização e proporções na ilustração.

Nono passo de como desenhar rosto

10. Agora você tem três bases proporcionais para desenho de rosto. 

passo dez a base do rosto concluida

As melhores dicas de como aprender a desenhar sozinho

Aprender a desenhar é uma jornada contínua e isso significa um processo que deve ser desenvolvido com o passar do tempo.

Para aqueles que não aprenderam a desenhar desde cedo ou não continuaram por esse caminho, pode parecer assustador pegar um lápis e desenhar até mesmo os objetos mais simples do dia a dia.

No entanto, não se deixe abater por essas preocupações. Afinal de contas, você poderá aprender como desenhar de forma rápida e fácil. Porém, para atingir o máximo de qualidade, é preciso manter a prática constante.

Apesar de que existam artistas incríveis pelo mundo, tenha em mente que  todos eles tiveram que começar de algum lugar. Assim como toda habilidade criativa, o desenho é algo que pode melhorar com a prática e muita paixão.

Pratique o desenho todos os dias

Todos nós já ouvimos esse conselho antes, mas vale a pena repetir, tendo em vista a sua importância. Lembra quando falamos que desenhar é um processo? Isso implica em praticar com frequência.

Você pode se tornar um grande desenhista, aprendendo tudo sobre como desenhar, mas isso não acontecerá de uma noite para o dia. Também não significa que levará meses ou anos, mas tudo vai depender do seu esforço e do seu comprometimento.

Melhorar suas habilidades de desenho requer prática consistente, de preferência todos os dias. Para entender por que isso é importante, você pode comparar o desenho com o esporte. Quanto mais fazemos um esporte, melhore ficamos nele.

Por outro lado, se paramos de nos exercitar, começamos a perder o ritmo. Isso acontece com os esportistas quanto de afastam por um longo período de suas atividades.

Da mesma forma, o desenhista que se afasta por muito tempo da sua prática, acaba perdendo a sua capacidade de desenhar. Não significa que você se esquece o que aprendeu, mas com certeza perde o ritmo, a concentração e a destreza.

Não tenha medo da página em branco

Dicas para aprender a desenhar em casa

Uma página em branco pode ser assustadora para qualquer pessoa, inclusive para os desenhistas profissionais. Mas se você não sabe por onde começar, procure inspiração ao seu redor.

Existem muitas boas fontes de conteúdo que nos ajudam a ser mais criativos. São espaços e plataformas que disponibilizam fontes de inspiração.

Você pode buscar por ideias no mundo real, caminhando pela sua cidade, conversando com pessoas e visitando lugares novos. Ao mesmo tempo, pode encontrar inspiração dentro da internet.

Estude os fundamentos básicos do desenho

Nesse guia estamos falando sobre como desenhar em casa e sem dificuldade. Focamos bastante na prática, pois é fazendo que aprendemos novas habilidades. Mas aqui está algo que você deve considerar: os fundamentos básicos são indispensáveis.

Assim, além de começar a desenhar na prática, você precisa aprender os fundamentos básicos do desenho. Isso significa estudar a teoria, aquela parte um pouco mais chata e que poucas pessoas gostam.

Mas é ao estudar os fundamentos básicos que você poderá entender melhor como funcionam os desenhos, quais são as principais técnicas e como elas funcionam.

Existe muito conteúdo de qualidade sobre como desenhar. Material que foi mastigado e que agora você pode consumir de forma objetiva e resumida. Por isso não existe nenhuma boa razão para deixar de estudar os fundamentos.

Então, reserve uma parte do seu tempo para fazer aulas teóricas sobre desenho. Se aprofunde ao máximo nos conceitos, investigue as origens de cara técnica e decifre a arte de desenhar.

Tente diferentes técnicas e exercícios

técnicas de como desenhar

Muitas vezes quando estamos desenhando, sentimos que estamos perdendo a criatividade. Esse é um momento crítico, tendo em vista que a maioria das pessoas simplesmente desiste nesse ponto.

Mas para conseguir desenhar com qualidade, é preciso continuar firme em seu objetivo. Assim, você só vai aprender como desenhar a partir do momento em que conseguir vencer o desânimo e a vontade de desistir.

No entanto, pode ser difícil continuar tentado, especialmente quando faltar a criatividade e você estiver travado em uma estratégia ou técnica. O segredo para superar esse desafio e simplesmente mudar a sua abordagem.

Está tentando uma técnica que não está dando resultado? Mude de técnica agora mesmo. Assim você poderá experimentar algo novo. Em outro momento, com a mente mais tranquila, volte naquela técnica que você abandonou.

Cansou de desenhar carros? Aprenda como desenhar mangá. Mantenha-se sempre em movimento.

Tenha um caderno de desenhos

Para as pessoas que me perguntam como desenhar em casa e de forma rápida, eu tenho uma dica que considero especial. Manter um caderno de desenhos ajuda muito a ter criatividade e aproveitar oportunidades.

Imagine que você esteja sozinho em um vagão do metrô, voltando para o trabalho, indo para a faculdade ou qualquer outra coisa. E do nada você tem a ideia de desenhar um objeto que você viu ou que acaba de imaginar.

Se você tiver um papel por perto, poderá fazer isso com facilidade. E claro, não se esqueça de ter lápis ou canetas sempre disponíveis também.

Estude o trabalho de outros artistas

Sabia que pesquisar o trabalho de artistas históricos e contemporâneos que você admira é essencial para desenvolver seu olhar artístico? É o que chamamos de subir nos ombros de gigantes.

Você pode aprender como desenhar com artistas locais, da sua cidade, observando o trabalho que eles fazem e o que eles compartilham. Mas também vale a pena visitar museus de arte locais para observar como a arte se desenvolveu.

No passado, os homens da caverna usavam pedras e outros objetos para fazer desenhos nas paredes. É interessante ver como o desenho sempre esteve presente no mundo e de que forma ele evoluiu.

Consuma livros de desenho

Existem muitos materiais escritos que vão te ajudar. São livros que mostram como desenhar passo a passo, relevam estratégias e dicas que são úteis para conseguir resultados incríveis.

Como desenhar bem

Confira agora algumas dicas importantes sobre como desenhar bem. Descubra o que desenhistas profissionais e estudiosos dessa área têm a contribuir a respeito desse tema.

Foque no básico

como desenhar bem

Esse conselho foi bastante abordado ao longo do nosso guia sobre como desenhar. Para começar, foque sempre no básico, sem pretensões muito grandiosas. Em outras palavras, é preciso ser humilde no começo.

Isso é o que diz o artista Kevin Jay Stanton, que defende que as imagens de referência podem ser encontradas até mesmo pela internet. Olhe ao seu redor, busque por objetos simples que possam ser utilizados.

Defina regras

Sabia que criar regras específicas pode te ajudar a aprender a desenhar? Essa é uma dica extra para você que quer saber como desenhar qualquer objeto.

Por exemplo, vamos imaginar uma regra simples: você deve fazer pelo menos um desenho por dia.

Por mais que essa pareça uma regra boba, ela vai te ajudar a manter a sua produtividade. Além disso, ela te obriga a ser criativo, uma vez que você precisa pensar um desenho diferente todos os dias.

Ao final do período de um ano você terá mais de 300 desenhos únicos em seu caderno. Essa é uma regra realmente eficiente para gerar a produtividade.

Além dessa, várias outras regras que podem ser criadas. Por exemplo, usar apenas alguns tons de cores no seu desenho, testar novas técnicas e ferramentas etc.

Todas essas regras te ajudam a inovar e a pensar fora da caixinha nos seus desenhos. Assim você não corre o risco de ficar sempre preso ao básico.

Siga a sua paixão

Desenho colorido

Outra dica dada por especialistas na área do desenho é seguir sempre a sua paixão. Por exemplo, se você é animado por animes, mas não gosta de carros, pode ser uma grande perda de tempo começar a desenhar carros.

Afinal de contas, você não tem paixão por esse tipo de objeto. Ao desenhar um carro você se sentirá obrigado e não terá a animação necessária para fazer um trabalho de qualidade.

Por outro lado, quer aprender como desenhar personagens de anime, terá muito mais disposição e o seu comportamento será completamente diferente.

Mas lembre-se de que nem sempre devemos desenhar só aquilo que gostamos. Por mais que você não goste de carros, vale a pena descobrir como desenhar carros.

Afinal de contas, até mesmo nos animes os carros podem estar presentes. Assim, você se tornará um desenhista completo e não um desenhista limitado.

Ideias para desenhar alguns objetos

Agora vamos te dar algumas ideias sobre como desenhar alguns objetos simples, com foco nos animais. Não se trata de um passo a passo, mas sim de ideias que vão te ajudar.

Para desenhar cada um dos itens abaixo, vale a pena seguir as orientações que repassamos nesse guia. Comece pelo esboço e evolua de forma gradativa.

Como desenhar um lobo: os lobos são basicamente cachorros gigantes. Com a diferença de que são muito mais místicos e perigosos. Eles se destacam pela maneira como olham para as suas presas.

Por isso pode ser uma boa experiência desenhar lobos. Você pode tentar desenhar o animal inteiro ou focar em apenas alguns elementos, como os olhos, que são bem característicos.

Como desenhar um cavalo: os cavalos também estão entre os animais mais desenhados. Eles são grandes e permitem criar um desenho completo ou dividido por partes.

O mais interessante dos cavalos são as suas curvas. Por isso, ao praticar o seu esboço com um cavalo, você passará a dominar melhor esse recurso que é tão importante para o desenho.

Você vai ver que é mais fácil do que aprender como desenhar um cachorro, apesar de que não existe segredo nessa parte também.

Como desenhar uma rosa: entre as diversas espécies de flores, as rosas são as que chamam mais a atenção das pessoas. Isso se deve em boa parte ao clima romântico que elas proporcionam.

São flores conhecidas por serem de aroma suave, agravável. Além disso, são exuberantes, podendo ser grandes, com pétalas bem destacadas.

Dessa forma, ao desenhar uma rosa, você deve priorizar pela elegância e imponência dessa espécie. Comece pelas formas básicas, como o formato da pétala, e vá avançando.

Como desenhar um rosto: desenhar rostos humanos pode ser um grande desafio. Cada pessoa possui um rosto completamente único. Além disso, diferente do que algumas pessoas acreditam, o rosto não é simétrico.

Isso significa que um lado não é idêntico ao outro. Por isso é tão difícil desenhar o rosto e as expressões humanas. Mas com o treino e com as técnicas certas você também poderá fazer isso.

Conclusão

Nesse guia mostramos como desenhar na prática. Você conferiu diversas dicas e estratégias para começar a desenhar em casa e de forma rápida. Vale a pena praticar, para conseguir resultados incríveis.